Intervenção baseada em ABA

Análise do Comportamento Aplicada é o nome em português para a sigla ABA – Applied Behavior Analysis. Trata-se de uma abordagem da Psicologia que tem demonstrado eficácia em diversas áreas de atuação, onde é necessária uma mudança de comportamento e relacionamento entre pessoas.

Qualquer comportamento deficitário ou em excesso no desenvolvimento de um indivíduo e que prejudique seu bem-estar com o meio, pode ser alvo da intervenção, que terá como objetivo a promoção de habilidades que tornem esse indivíduo capaz de produzir relações saudáveis com a sociedade em que vive.

Uma das demandas sociais atendidas pela ABA é o tratamento de pessoas com desenvolvimento atípico, seja ele leve, moderado ou muito invasivo. Entre os diagnósticos, destacam-se: Transtornos do Espectro do Autismo (TEA), X Frágil, Síndrome de Down, Atrasos de Linguagem, Dificuldades de Aprendizagem, Distúrbio de Atenção e Hiperatividade, Dificuldades de Interação Social. A prestação de serviço se estende para crianças e adolescentes que, eventualmente, apresentem dificuldades circunstanciais com socialização, acompanhamento escolar e aspectos gerais da rotina (como sono, alimentação e auto-cuidado, entre outros).

A intervenção ocorre em cinco frentes comportamentais: Acadêmica, Profissional, Social, Verbal, Atividades de vida diária – AVD e pode envolver profissionais de diversas áreas, sempre considerando a máxima eficácia do tratamento.